quinta-feira, 8 de julho de 2010

To my crush

Para Alguém que eu definitivamente não vou dizer o nome


Eu nunca tinha te visto. Possívelmente, eu te via todos os dias, mas não enxergava. Quando te conheci, você era quase um amigo. Com o tempo, fui gostando mais de você e, agora, eu poderia dizer que você é o mais próximo de uma paixão que eu tenho. Uma paixãozinha, sei lá. Falar com você me deixa feliz e, se pudesse, o faria todo dia. Vai passar, eu sei. Eu espero.
E, por esses motivos, eu vou para essa carta por aqui, porque, provavelmente, é uma paixãozinha que vai passar rápido. Eu espero que seja.

3 comentários:

Anônimo disse...

Gostaria de saber quem é.

Marina disse...

Por algum motivo, sei lá qual, eu acho que esse comentário foi feito pelo Keiti xD Quem quer que seja, não faz diferença !

Lego disse...

Fases nunca passam em definitivo. Se alternam e se sobrepõem. Esse fundo cyber do seu blog é interessante!