sábado, 3 de janeiro de 2009

Musiquinha

Eu gosto dela, não maltrato ela, não desfaço dela, trato-a muito bem ! Fui à capela, me casei com ela, mas não reparei nos defeitos que ela tem:
O que mata ela é uma perna torta e a outra morta numa congestão... o braço seco que furou no prego, tem um olho cego e só tem uma mão. Não tem orelha, o que não é defeito, arrancou até o peito numa operação. Quebrou a espinhar e ficou marreca, ela é careca e só tem um pulmão.
Já foi operada de apendicite e de sinusite foi até feliz ! No pé do cabelo nasceu uma espinha e a coitadinha ficou sem nariz...
Já sofreu pneumonia, coitadinha dela, acendeu até uma vela, quase que morreu !
Desamparada ela não tem parente, ela não tem dente, porquê não nasceu.
Na cara dela tem uma queimadura, sofre de loucura e do coração.
Passou um vento e entortou-lhe a boca, ela é formosa e louca, é minha paixão.


Ela é formosa e louca, é minha paixão.

2 comentários:

Café, Jornal e Poesia. disse...

^0^

Henrique Hirai disse...

^
^
^ xD

Bacana isso hein?! =p
( Só podia ser coisa de EMO nerdz )

O estranho é que eu sempre me inspiro aqui ^0^